Feeds:
Posts
Comments

Archive for the ‘Portugues’ Category

Sowing the seeds of the future in our Crone-timeO Arquétipo feminino da Crone* é o sereno Útero Universal; ela está completa dentro de si mesma, e todas as coisas são possíveis dentro da sua escuridão.

O nosso tempo da Crone (fase menstrual) é a fantástica fase do nosso ciclo na qual podemos semear as sementes para criar o mês seguinte. É a nossa altura de sonhar com o futuro, de imaginar as coisas que adoraríamos atrair para a nossa vida, e sentir a alegria das coisas que adoraríamos ter e fazer. Isto é sonho poderoso – mais poderoso nesta fase do que em qualquer outra fase do ciclo, porque quando sentimos as emoções do amor e alegria, pelas visões de sonharmos acordadas na nossa fase da Crone duas potentes experiências acontecem.

A nossa forma dominante de pensar na fase Crone é o nível mais profundo de pensamento que temos. Eu chamo a isto o nosso “Nível de Pensamento da Alma”. Este é o nível abaixo da nossa mente consciente e subconsciente, onde guardamos o nosso conhecimento interno, a consciência da nossa alma e da nossa unidade com tudo. Não existem palavras a este nível cheio de paz, porque as palavras pertencem à mente intelectual. (more…)

Advertisements

Read Full Post »

Estamos felizes por partilhar com toda a Comunidade Womb Blessing® (Bênção do Útero) esta entrevista feita pela Moon Mother Mayella Almazan com Miranda, em Janeiro de 2019. Mayella é actualmente um membro Weaver da Womb Blessing® da Irlanda e Moon Mother® da Equipa de Coordenação de País da Irlanda. Ela também será qualificada como Professora Moon Mother® Nível 1. Esta entrevista foi uma oportunidade fantástica para explicar alguns pontos de conhecimento que deram inspiração a Miranda para originar a Womb Blessing®… Miranda explica também a diferença entre “ser a originadora” e “ser a criadora”. Então lê e diverte-te!

Olá Miranda, muitíssimo obrigada por esta entrevista.

Em primeiro lugar, gostaria de perguntar-te porque achas que os tópicos de femininidade, ciclos menstruais e divino feminino tornaram-se tão populares? A este respeito, viste isto acontecer ou foi apenas uma serendipitosa coincidência que começaste a partilhar a Womb Blessing® à medida que este interesse mundial começou a crescer e a expandir-se?

Miranda Gray

Miranda: Eu tenho vindo a trabalhar para ajudar as mulheres a entenderem as suas energias femininas, a sua natureza cíclica e espiritualidade feminina, há muitos anos. O meu primeiro livro Lua Vermelha foi publicado em 1994, mas no final dos anos 90 e ao longo dos anos 2000 o interesse pelas energias femininas e pela espiritualidade diminuiu. Apenas há cerca de oito anos é que houve novamente uma centelha de interesse, e essa faísca tornou-se um incêndio em todo o mundo.

Muito do meu trabalho é criado antes de as mulheres estarem prontas para o mesmo! Por exemplo The Optimized Woman (A Mulher Optimizada) foi publicado pela primeira vez em 2009 e, só agora, as mulheres estão a descobrir o livro e os benefícios de aplicar os conceitos e informações na sua vida quotidiana e profissional. Assim, ao longo dos anos, aprendi a ser paciente e deixar as coisas fluírem no seu próprio tempo. (more…)

Read Full Post »

The Crone Year 2019

Para muitas de nós, as energias da Feiticeira do último ano foram desafiantes e disruptivas – especialmente nos relacionamentos – mas todas as disputas, as separações, e os argumentos experienciados não foram sobre a situação, as pessoas, mas tudo sobre NÓS – as nossas inseguranças, falta de centragem, falta de autoestima e aceitação. É dito que o que não conseguimos aceitar no outro são padrões que não conseguimos aceitar em nós.

O Ano da Anciã é o ano das energias suaves, de descanso e restauração, mas há um despertar profundo que acontece na escuridão se estiver disposta a abrir-se e deixar-se fluir. (more…)

Read Full Post »

Maiden energiesDentro de cada uma de nós residem quatro arquétipos femininos – a Donzela, a Mãe, a Feiticeira e a Anciã. Durante o nosso ciclo menstrual percorremos um caminho de incorporação das energias de cada um destes arquétipos, dado que cada um deles expressa-se através de uma das fases do ciclo. Elas são a Donzela – fase da pré-ovulação, a Mãe – fase da ovulação, a Feiticeira – fase pré-menstrual e a Anciã – fase menstrual.

Também temos um ou dois dos arquétipos de forma mais predominante na nossa vida, ajudando-nos a definir o nosso caminho e guiando-nos no nosso propósito de alma. Quando todos os aspectos dos nossos arquétipos são acolhidos, incorporados, celebrados e expressos com amor no mundo, sentimo-nos completas no nosso interior e vivemos a vida como uma linda, criativa e espiritual dança das energias femininas e plenitude.    (more…)

Read Full Post »

Earth Yoni BlessingA Yoni (usada aqui como a denominação da vagina e da vulva) é um templo sagrado. É o maravilhoso portal através do qual a energia da Terra entra no nosso corpo, o portal através do qual a vida emerge e através do qual nos conectamos com a Terra. A Yoni liga o mundo exterior à escuridão interior e centro espiritual do nosso útero e enraíza-nos à Terra. É o templo físico do Divino Feminino no seu aspecto de menina, mulher adulta, mulher madura e anciã. (more…)

Read Full Post »

Cyclic super woman!

As mulheres não precisam fazer as coisas da mesma forma que os homens – nós temos superpoderes incríveis dentro da nossa natureza cíclica para realizar tarefas com uma abordagem feminina exclusiva que é igualmente bem-sucedida e produtiva.

Na verdade, quando olhamos para o que as mulheres já alcançaram trabalhando do mesmo modo que homens – contra a sua natureza feminina – imagine o que conseguiríamos se pudéssemos organizar nosso trabalho para sincronizar com a nossa natureza cíclica. Nós seríamos “Mulheres Otimizadas” – mulheres que estão vivendo e trabalhando em seu pleno potencial!

Então, como começamos a usar nossos superpoderes? Aqui estão algumas ideias do meu livro “A Mulher Otimizada”: (more…)

Read Full Post »

First Woman and First Dog

Quando um cão do clã do Primeiro Cão morreu, todos os Primeiros Animais ficaram tristes. Eles realizaram uma pequena cerimónia para relembrar o seu amigo e a Primeira Mulher partilhou histórias de como o Primeiro Cão viajou com ela enquanto ela colhia cogumelos, como eles se divertiram junto ao rio e como ele escavava a terra enquanto ela plantava vegetais. Todos estavam tristes.

Após algum tempo, os Primeiros Animais começaram a preocupar-se com a Primeira Mulher. Ela já não tecia as suas mantas nem cuidava do jardim. Ela não fazia o seu pão nem visitava os animais para os ajudar.

O Primeiro Coelho levou uma cenoura à Primeira Mulher para a animar, mas a Primeira Mulher simplesmente suspirou um tranquilo “obrigada” e não disse mais nada. (more…)

Read Full Post »

Older Posts »